Entre em contato
BUSCAR NO BLOG
Luiz Valério P.Trindade
Criação: Fox Solution
Copyright © 2017

 

Certa ocasião fiz uma “descoberta” muito interessante. Estava caminhando pela calçada a caminho do banco e então me deparei com um carro de aspecto, a meu ver, não muito atraente. Ou seja, em outras palavras, era um carro feio. Então disse pra mim mesmo “que carro estranho este. Não sei como ele é por dentro, mas que ele é feio, isso é”.

 

No entanto, logo após ter proferido esta frase mentalmente, percebi o que realmente tinha dito: “não conheço ele por dentro, mas acredito fortemente que é um carro feio”. Você consegue perceber o tipo de conclusão a que cheguei baseando-me unicamente no fator externo?

 

Este simples fator chamou-me a atenção e me fez refletir a respeito, porque então percebi claramente o quanto costumamos cometer o mesmo tipo de engano com relação às pessoas.

 

É muito mais fácil e confortável “pré julgar” uma pessoa pela sua aparência ou imagem que ela nos transmite do que dispender um pouco mais de tempo para conhecê-la “por dentro”. E é justamente o seu interior que tem maior relevância para definir que tipo de pessoa ela é.

 

Nós vivemos em uma sociedade na qual a imagem adquiriu uma importância enorme e ela exerce uma influência muito grande sobre nós. Somos bombardeados intermitentemente com imagens de todos os tipos vindas das mais diversas fontes, porém, creio agora que nosso grande desafio como seres humanos (já que não podemos e nem devemos deter a proliferação de imagens de todos os gêneros) é justamente não se deixar levar pelo imediatismo para que não façamos “pré julgamentos” precipitados e errôneos sobre as pessoas.

 

Precisamos perder o receio de nos aproximar das pessoas para conhecê-las em sua essência. Caso não nos esforcemos para conseguir isso estaremos vivendo em um mundo muito ilusório ou, o que seria ainda pior, imersos em uma realidade virtual.

0 COMENTÁRIOS
DEIXE SEU COMENTÁRIO
Se desejar entrar em contato com o autor, por favor, deixe sua mensagem que assim que possível lhe retornarei. Os campos sinalizados com (*) são de preenchimento obrigatório. Seus dados não serão publicados e nem tampouco cedidos a terceiros.